Setembro Amarelo
O silêncio pode dizer muita coisa.

Yakuza: Like a Dragon – [Análise Do Arena]

Yakuza: Like a Dragon é uma nova fórmula para a franquia

Kasuga Ichiban é o novo protagonista da série Yakuza, que há sete jogos sempre dava os holofotes para Kazuma Kiryu. Porém, Ichiban não fica nada atrás com a nova proposta para repaginar a série de jogos da Ryu Ga Gotoku Studio, que agora deixa a porradaria beat’em up de lado e foca em batalhas de turnos que exigem mais estratégia.

Após ficar 18 anos presos, Ichi volta para se reencontrar com sua família de yakuzas, os Arakawa, mas tem uma terrível surpresa e acaba sendo traído pela pessoa em que mais confiava e por fim é deixado para morrer no bairro de Ijincho, em Yokohama (este bairro fictício de Like a Dragon que é modelado com base no bairro de Isezakichō). Porém, ele acaba sendo resgatado posteriormente por um morador de rua chamado Namba, que acaba se juntando à sua equipe. O grupo de Ichi é cheio de pessoas diferentes, como um ex- detetive da polícia Adachi e Saeko, que é uma ex-anfitriã.

Conforme você progride na história vai observando que Ichi une os seus valores de ex-yakuza que se compromete em ser um homem honrado a também sua grande paixão da infância, que é o jogo Dragon Quest, onde ele traça as semelhanças da vida real com o seu jogo de RPG favorito, no qual enfrentar desafios e problemas lhe dá experiência para a vida e para conseguir dinheiro para sobreviver, necessita encontrar um trabalho e fazer missões que lhe trarão recompensas, seja dinheiro, um lugar para morar ou equipamentos. O melhor lugar para se procurar emprego com certeza é na Hello Works, um centro de apoio a pessoas desempregadas. Neste lugar o jogador consegue alterar as profissões de cada personagem que variam entre chefe de cozinha, rapper, segurança, mendigo, herói, detetive, músico e para a única moça da equipe é capaz alternar entre atriz e “dama-da-noite” entre outras profissões. Cada um desses trabalhos possuem um nível a parte, que conforme você vai evoluindo, novas habilidades são desbloqueadas.

DaniloDlaker YakuzaLikeaDragon 20210305 14 37 15

A história de Yakuza: Like a Dragon é densa e complexa. Como um novo jogo da franquia, é um prato cheio para os novos jogadores que não conhecem a série e mesmo assim consegue desenvolver uma trama com um enredo bastante carregado entre diversas facções que dividem o distrito de Ijincho. Existe uma “guerra fria” acontecendo entre três grandes facções: os Yokohama Liumang em Chinatown, os yakuzas do clã Seiryu e os Geominjul no bairro Koreatown. Os três vivem em uma suposta paz, onde nenhum se envolve nos negócios dos outros e tudo continua bem. Em cada um desses bairros é necessário estar preparado para enfrentar os inimigos, seja o nível ou trocar seus equipamentos. Isso é bem diferente para quem já jogou os jogos anteriores da franquia, porém, geralmente o jogo alerta que o desafio será maior e que você deve estar preparado.

Andando pelo bairro de Ijinchō, muitas missões secundárias vão aparecendo com o tempo, desde ajudar uma senhorinha a atravessar a faixa de pedestres, como resgatar uma pobre lagosta de se tornar comida de um morador de rua. Algumas dessas missões paralelas são apenas para trazer um pouco mais de humor para o jogo, outras, porém, podem resultar em benefícios interessantes posteriormente. Por isso recomendo a dar bastante atenção a esses eventos. E como de costume, muitos mini games estão presentes, como fazer testes vocacionais, corridas de kart, catar latinhas em uma carroça e os clássicos lançamentos de dardos e cantar no karaokê também retornam em Like a Dragon.DaniloDlaker YakuzaLikeaDragon 20210227 15 00 25

Yakuza: Like a Dragon acaba deixando de lado suas origens e agora arrisca com batalhas de turno, onde o jogador pode montar sua estratégia de ataque com golpes normais ou utilizando especiais e também pode se defender apertando “B” no momento exato em que o inimigo lhe atacar, assim, diminuindo o dano levado pela metade. As batalhas de turno podem se tornar um pouco repetitivas, mas para contornar esse possível problema, Like a Dragon oferece a possibilidade de batalhas automáticas, onde o jogador só vai precisar apertar o botão B para se defender no momento exato.DaniloDlaker YakuzaLikeaDragon 20210301 13 17 48

Porém, o que se mantém em Yakuza Like a Dragon são as enormes linhas de diálogos, sejam em cutscenes ou dentro do jogo, o que toma bastante tempo da campanha. Para quem não é tão chegado assim na franquia, pode ficar assustado com o tempo de cada conversa, entretanto, a história do jogo compensa todos esses diálogos, aumentando ainda mais a lore da história e você acaba conhecendo melhor o protagonista e os seus companheiros. É sempre bom ver o que eles querem conversar durante a jogatina para aumentar o nível de afinidade com a sua equipe.

Yakuza Like a Dragon é de longe uma grata surpresa para os fãs de RPG com mecânicas de batalhas de turno em um bairro japonês mais atual. Por mais que o jogo esteja carregado de diversos e longos diálogos, a jogabilidade consegue equilibrar bem as coisas nesse novo jogo da franquia. A quantidade de mini games e missões secundárias pode assustar à primeira vista, mas essa é mais uma característica clássica da franquia que aumenta ainda mais as horas de gameplay para terminar o jogo. Like a Dragon é um prato cheio para jogadores que ainda não conhecem nada da franquia, já que dessa vez o protagonista e toda a sua trama é completamente inédita e não tem grandes amarras com jogos anteriores de Yakuza.DaniloDlaker YakuzaLikeaDragon 20210304 21 32 38

Com uma história cheia de reviravoltas a todo momento, personagens clássicos aparecendo em momentos específicos e uma jogabilidade completamente nova, Like a Dragon com certeza está no nível dos jogos anteriores da franquia e pode ser a porta de entrada para jogadores que não conhecem bem a franquia, ainda mais agora que o jogo conta com localização para português do Brasil.

Yakuza Like a Dragon está disponível na Microsoft Store para Xbox Series X|S e Xbox One.

Yakuza Like a Dragon é um grande RPG e cumpre bem o seu papel. O novo protagonista Ichiban é de longe extremamente carismático e é difícil o jogador não se envolver em sua trama e na de seus amigos que o acompanham em diversas lutas pelas ruas ou simplesmente conversando no bar enquanto bebe uma bebida gelada.

10
Épico
  • Design 10
  • Gameplay 10
  • História 10
Se Inscrever
Notifique me
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x