Setembro Amarelo
O silêncio pode dizer muita coisa.

Windbound – [Análise do Arena]

Um jogo lindo, mas não perfeito

Windbound, desenvolvido pela 5 Lives, um estúdio que precisava se provar, e decidiu que o seu objetivo era fazer barulho na indústria com esse jogo.

O game mistura sobrevivência simples, em um mapa gerado de forma procedural e uma história contada de forma nem um pouco linear. Então se prepare para entender, mas não compreender.

O Arena jogou Windbound por um bom tempo, e agora, vamos para a nossa análise.

Primeiras impressões

Ao abrir o game pela primeira vez, percebi que não estava em português, o que pode ser um problema para jogadores que não sabem inglês, mas para mim, mesmo incomodando, não levo como ponto negativo, já que é um dos primeiros jogos da desenvolvedora.

E quando o jogo começou, descobri que seria uma ótima experiência, o game é bem bonito, com gráficos charmosos e uma trilha sonora que chega a ser um dos melhores pontos de todo o jogo.

A história por trás de Windbound

Em Windbound, você vai estar na pele de uma mulher e aparentemente, o jogo não lhe dá um nome, então vamos chama-la de… Juliana.

Juliana, fazia parte de um grupo de navegadores, quando ocorre uma tempestade e ela é atacada por uma criatura marítima, se encontrando, naufragada, sem saber onde está.

E mesmo sem escrever, ou falar, o jogo vai conseguir te explicar o seu objetivo e todos os seus elementos de uma forma bem legal!

O começo do jogo

Ao começar o jogo, senti muitas inspirações gráficas em The Legend of Zelda: Breath of the Wild, além de se parecer muito com o filme, Moana, mas acho que isso é algo mais pessoal.

Windbound - [Análise do Arena]

O jogo, vai se provar extremamente difícil no começo, como o jogo não te explica quase nada, você vai precisar ser bem curioso e aprender por si! o que não é um defeito, muito pelo contrário, isso me atraiu bastante.

Para manter a experiência do jogador que está lendo essa análise, não vou dar muitas dicas, nem falar sobre objetivos, mas posso falar uma coisa, seja curioso! pegue itens, use eles, cace os animais, descubra o seu próprio potencial e dos seus equipamentos.

Para finalizar a área de primeiras impressões, precisamos falar sobre a inteligência artificial de alguns inimigos, que se prova o seu pior inimigo na hora de conseguir alimento!

Windbound - [Análise do Arena]

Na minha experiência, fui tentar atacar um mero porquinho, que correu até uma pedra, e lá ele continuou sua fuga, tentando atravessar aquela sólida parede, o que causou algumas gargalhadas, mas atrapalhou a imersão.

Jogabilidade

Como eu disse anteriormente, em Windbound, você vai aprender sozinho, todas as mecânicas do jogo, e isso vai tornar a experiência do jogo bem legal, pois as perdas vão ser cada vez mais raras, já que você vai aprender além de criar estratégias para sobreviver.

Windbound - [Análise do Arena]

Mas, eu gostaria de falar sobre os controles do jogo, que em muitos casos, não é tão responsivo, o que vai causar algumas confusões e dificultar algumas ações.

Os controles do jogo, vão tornar o combate bem confuso, além da inteligência artificial imprevisível dos inimigos, que vai tornar tudo mais difícil!

O jogo pode ser bem desanimador!

Para mim, um dos maiores defeitos de Windbound, é quando você perde toda a sua vida, sendo obrigado a voltar ao primeiro capítulo, ou seja, caso você esteja no quarto capítulo, prestes a chegar no final do game, e você morrer, vai voltar ao inicio, com alguns itens, mas reiniciando toda a campanha.

Esse defeito me desanimou bastante, o que nos leva a outro problema, o jogo pode ser bem repetitivo, já que em todos os capítulos, o seu objetivo é o mesmo!

Mesmo as ilhas mudando, os biomas que são bem diferentes, o seu objetivo não muda! e durante os dois primeiros capítulos, o jogador é obrigado a passar bastante tempo no mar, sem nenhum perigo, que mesmo com uma trilha sonora linda, pode ser bem chato e repetitivo.

Muitas features legais

Windbound, pode se provar bem repetitivo, mas mesmo assim, ele tem alguns detalhes e sutilezas que me deixaram bem feliz!

Eu expliquei sobre os motivos que deixam o jogo chato para jogadores mais frenéticos, mas entre um objetivo e outro, existe a parte da sobrevivência, que quebra essa monotonia!

Para que você possa conquistar os objetivos, vai precisar caçar, criar novos itens, dar upgrade em equipamentos, aqueles passos básicos de jogos de sobrevivência, e isso, o jogo faz muito bem e vai te divertir bastante.

Outro detalhe bem legal, é o fato dos equipamentos aparecerem no corpo da personagem, o que é bem sutil, mas eu gosto e isso torna a experiência de melhorar os itens, uma questão de sobrevivência e estética!

Windbound - [Análise do Arena]

Gráficos

Acho que realmente não tenho nenhum defeito sobre os gráficos em si, Windbound é lindo! com modelos e detalhes bem legais, texturas muito bem feitas e efeitos visuais que são bem fofos.

Trilha Sonora e Sons

Como já dito antes, uma das maiores conquistas do jogo, é a trilha sonora inspiradora e com certeza linda! que vai te acompanhar por todos os momentos do game.

Quando fui explorar os horizontes com o meu barco pela primeira vez, fui surpreendido por uma música muito incrível e cativante, que deu muita vontade de jogas mais!

Mas, precisamos falar sobre a programação por trás dos sons do game! e eu tenho aqui uma dica, NUNCA confie nos sons desse jogo! você jogador de head set, vai ouvir os sons dos animais e vai imediatamente pensar que ele está do seu lado, quando ele está do outro lado da ilha.

Conclusão

Windbound, é um jogo lindo e cativante! com gráficos chamativos e uma trilha sonora inspiradora, mas não é o melhor e mais perfeito game!

Ele é incrível em questões artísticas, mas peca bastante com erros técnicos, que não vão lhe fazer abandonar o jogo, mas vai tirar a imersão em alguns momentos.

Outro defeito do jogo, é a sua repetitividade e monotonia, mas tudo isso é derrubado pela sobrevivência feita com esmero. Além disso, ao passar pelos capítulos, vai encontrar novas ilhas, com biomas, animais e plantas diferentes!

Windbound - [Análise do Arena]

O jogo vale muito a pena, principalmente se você gostar de jogos de sobrevivência, mas não recomendo, para jogadores mais frenéticos, que vão achar o jogo chato e repetitivo.

Nas minhas linhas finais, gostaria de dizer, que se você for um jogador curioso, que olha cada canto, lê cada objeto, o jogo vai te recompensar muito bem!

Windbound

Um jogo extremamente divertido e inspirador, mas com alguns problemas técnicos que atrapalham na imersão.

7.7
Incrível!
  • Jogabilidade 8
  • Gráficos 8
  • Trilha sonora 9
  • História 7
  • Controles 6.5
Se Inscrever
Notifique me
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x