Você já Conhece a Paty Angélica do #TeamXbox?

Estamos de volta com a apresentação do #TeamXbox!

Já conhecemos o Brambz e a Kath. Hoje é dia de conhecermos a deusa do Gears: a Patrícia Angélica!

A Paty faz lives no canal do Xbox Brasil, no Mixer, toda quarta-feira, a partir das 19h, jogando a melhor franquia do mundo – Gears of War! Ela também mostra que mulher joga jogos de tiro sim e que joga muito!

Agora vamos conferir tudo que a Paty contou para a gente:

Arena Xbox (AX): Paty, conta algumas coisinhas para a gente: Quais seus jogos favoritos, quando começou a jogar no Xbox, GT, quais suas redes sociais, curiosidades sobre você… enfim, apresente-se:

Paty: Sou a Patrícia Angélica. Meu apelido mais comum é Paty, mas alguns amigos de jogatina me chamam de Lady ou Vamp por causa de gamertags que já usei/uso online.

Videogames eu jogo há muito tempo! Meu primeiro contato com eles foi jogando Pac-Man no Atari, mas o que solidificou meu gosto por games foi o Super Nintendo. Daí passei um tempo afastada dos games, jogando super casualmente em algumas plataformas da geração e em PCs até 2009/2010, quando voltei a esse universo e ganhei meu primeiro Xbox 360.

Quanto a jogos favoritos… de qual plataforma? Hahaha. De modo geral, eu prefiro jogos que ofereçam algum tipo de desafio e competição, porque adoro analisar o jogo, tentar entender as mecânicas, afinar habilidades e sentir minha evolução durante a jogatina. Então, mesmo que haja muitos jogos single player que ofereçam essa experiência, eu estou sempre mais envolvida com jogos multiplayer. No momento, os meus jogos favoritos no Xbox One são Smite, BF1 e Gears of War 4. Mas é muito pouco provável vocês me ouvirem dizer não para Halo, Gears 3, Devil May Cry, Assassin’s Creed, aos clássicos de Super Nintendo, principalmente Tetris Attack, Bomberman e Yoshi’s Island, aos queridíssimos Bloodborne (PS4), Age of Empires (PC), Soul Reaver (PC), ou até mesmo Stop e Pokémon Go no celular. 🙂

Minha GT principal no Xbox Live é reVaMpPed. Eu jogo bastante no Xbox, porém eu quase sempre deixo meu perfil offline. Então se alguém quiser me convidar para a jogatina, é melhor tentar combinar comigo antes para que eu apareça online na live.

O lugar mais fácil para entrar em contato comigo e combinar direitinho é no Facebook. Mas também respondo no Twitter, Instagram, Twitch e Mixer!

AX: Agora que já conhecemos você, queremos conhecer seu canal e/ou sua comunidade. Há quanto tempo você começou? Quais seus objetivos? Onde podemos encontrar seu canal?

Paty: Eu sou uma das admins da comunidade Apaixonados por Gears of War e tenho também meus projetos pessoais, como o site Newb to Hero (e suas redes: Facebook e Twitter), meus canais pessoais no Twitch e mais recentemente no Mixer e alguns vídeos pela rede (comentários em campeonatos amadores de Gears, no campeonato oficial da BGS e lives no Team Xbox). E em tudo isso que estou envolvida atualmente, hoje eu tento sempre promover um comportamento colaborativo e não tóxico com games.

Trabalhar e tentar incutir nos outros essa postura positiva nos games através do Newb to Hero e dos meus canais é bem mais fácil porque os projetos em si já nasceram, há cerca de dois anos, com essa premissa: eles são basicamente resultado da minha crença de que videogames alcançam além do entretenimento e meu desejo de mudança quanto ao meu comportamento longe do ideal em jogos multiplayers. Além do mais, como fundadora e editora chefe do Newb, eu estou em posição de decidir, sem muita interferência, como quero conduzir o projeto, que tipo de influência quero provocar e que tipo de espaço vou promover para as pessoas que escolhem participar dessa minha comunidade.

Já na comunidade Apaixonados por Gears of War essa postura é um pouco mais trabalhosa, afinal a comunidade tem um histórico maior e conta atualmente com 14 admins doando tempo e às vezes até recursos próprios lá dentro. Mas mesmo não sendo um trabalho tão fluído, a comunidade e o próprio projeto APXs mudou muito de uns anos para cá e é incrível e recompensador se ver como agente participante dessa mudança. A comunidade hoje é muito mais receptiva com os mais diversos tipos de membros (mulheres, crianças, jogadores casuais…) e muito mais colaborativa entre si, tanto dentro quanto fora dos jogos (experiência que vi em primeira mão durante a BGS, quando membros da comunidade torciam e pegavam brindes para outros membros dos quais eles nem eram amigos).

Enfim, essa coisa de “vamos ser adversários, mas não inimigos” tem sido meu norte com games e acredito que tanto a comunidade Newb to Hero e dos meus canais quanto a comunidade Apaixonados por Gears of War refletem essa postura na medida do possível.

Para quem gostou da proposta positiva e quiser conferir e participar das comunidades e projetos em que estou envolvida, é só acessar os links da matéria.

AX: Chegamos ao #TeamXbox! Como foi quando te convidaram para o #TeamXbox? Como está sendo sua experiência? Está batendo aquele nervosismo e ansiedade?

Paty: O convite para o Team Xbox foi uma coisa bem inacreditável e na verdade foi a cereja do bolo de uma sucessão de acontecimentos na semana da BGS! Isso porque a comunidade brasileira de Gears of War sempre recebeu muito pouco carinho do Xbox ou da própria produtora do jogo. E tanto eu quanto os outros admins do Apaixonados por Gears of War sempre nos sentimos frustrados com essa situação.

Daí uma semana antes da BGS nós tivemos uma reunião onde discutimos esse problema e, coincidentemente, dois dias depois tudo começou a acontecer de repente: entraram em contato comigo dizendo que a comunidade APXs iria ganhar ingressos para a BGS e a Fanfest, teve gente nos procurando para saber sobre o jogo, para indicar pessoas para campeonato, para indicar pessoas para entrevista… enfim, foi um bombardeio que pegou todos os admins do APXs de surpresa pelo poder e pelo timing que teve.

Então quando, além de todo o bombardeio de boas notícias para a comunidade, eu ainda recebi o convite para falar de Gears no #TeamXbox, minha reação foi ficar é com o pé atrás! A velha história de quando a esmola é demais o santo desconfia, sabe?

O convite foi feito cerca de 8 dias antes do anúncio oficial do #TeamXbox e eu não podia falar sobre isso com ninguém. Então foram 8 dias pensando: caramba, tomara que não seja algo do tipo ‘Desculpe, Paty, pegadinha do Malandro, não vai rolar, valeu!’. Pouco provável, eu sei, mas para mim era totalmente possível! E eu, sendo desconfiada que sou, só comemorei mesmo o convite depois de ter sentado no sofá dourado com a Fê Pineda e de ter sido oficialmente apresentada como membro do Team Xbox! Hahaha

No dia da minha primeira transmissão eu fiquei bem nervosa e insegura. Essa exposição que live stream exige é bem fora da minha zona de conforto, além do mais eu sei que tenho minhas limitações com Gears of War, então fiquei receosa de ser recebida pelos trolls digitais e acabar estragando essa chance que a comunidade Apaixonados por Gears of War e toda a comunidade de Gears brasileira iria ter. Mas naquele dia, assim que fiquei online, fui surpreendida por uma turma muito receptiva e colaborativa no chat. E depois de 10 minutos já nem precisei mais conduzir a transmissão, já que o próprio Gears of War é que me conduziu dali em diante.

E agora nós já estamos aí, na quarta semana do #TeamXbox, e a experiência com cada transmissão semanal tem sido essa mistura de desafio, nervosismo e gratidão para mim. Mas eu estou adorando estar num espaço de uma marca que representa tanto na minha vida, e estou achando incrível que eu possa estar ali falando de Gears não só como entretenimento, mas como comunidade.

AX: Suas lives são sobre Gears, como está sendo apresentar esse serviço para usuários que chegaram agora na comunidade e mostrar mais de seu conteúdo para os usuários antigos?

Paty: Só espero, de verdade, que meu trabalho ali no #TeamXbox possa estar oferecendo aos fãs de Xbox tanto quanto eles me oferecem de volta e que possa estar oferecendo aos fãs de Gears no Brasil a voz e o alcance que eles tanto precisam. 🙂

AX: E para finalizar, manda um recadinho para a comunidade Xbox e para a comunidade Arena Xbox =)

Paty: Eu tenho visto muito ceticismo quanto ao Team Xbox nas comunidades de Xbox. Então eu gostaria de convidar essa turma Xbox para as lives, pedir que todos deem uma chance ao projeto. O #TeamXbox hoje somos eu (Gears), a Kath (Game Pass), o Brambz (Forza) e o Dino (Halo). Mas daqui uns meses pode ser vocês, com seus games de coração.

E para a comunidade Arena Xbox eu só queria dizer OBRIGADA. Eu estou adentrando e conhecendo a turma Arena aos poucos, mas o pouco que vi já ressona tão forte com o que eu acredito que é impossível já não me sentir parte dessa comunidade. Valeu pelo suporte, pela torcida e pelo maravilhoso trabalho de acolher gamers e os permitir ser parte de algo sem imposições banais. O trabalho de vocês está influenciando e mudando vidas muito além do entretenimento. Super miletada atrás de miletada, na minha opinião. Parabéns! (nota da editora: vou te serrar pq to chorando ♥)

A equipe Arena Xbox agradece a disponibilidade da Paty em conversar conosco e deseja todo sucesso do mundo, não só no #TeamXbox, mas em todo seu trabalho que é admirável e torna a comunidade gamer cada vez melhor!

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Você pode gostar também
  1. SSAROCKY720 Diz

    Já joguei contra ela e a favor dela, joga bem de mais o gears 3 e o 4 nem se fala. Parabéns e sucesso!

  2. Fanti Diz

    Parabéns Arena Xbox, Paty e comunidade ApXs trabalho nota 10!

  3. Sávio Diz

    Sempre ajudando nossa comunidade de gears Parabéns Paty.

  4. Maestro Diz

    Parabéns Paty. A comunidade precisa de mais pessoas como você que realmente tem muito conteúdo a agregar

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.