Vamos falar de Xbox, mundo gamer e jogos! [Coluna do Felicity #1]

Bem vindo à Coluna do Felicity!

Salve galera Xbox, tudo certo com vocês? Hoje é um dia muito especial para mim: estou estreando um espaço no Arena Xbox, onde falarei sobre games e assuntos relacionados, claro com uma visão de alguém que prefere e curte muito o Xbox.

Nesse meu primeiro artigo, vou me apresentar e falar de alguns momentos de referências na minha vida gamer nessa plataforma que tem me feito sentir como criança de novo, ávido por jogar e ter tantos jogos à disposição por valores que equivalem a um lanche de alguma rede de fast food!

Meu compromisso com você, jogador, que curte tudo em relação a esse mundo gamer, é estar aqui toda semana para refletir. Não importando o tamanho ou formato do artigo, mas sempre batendo um papo de forma responsável, ética e o mais transparente possível.

Um espaço aonde o Xbox será a grande estrela e cereja do bolo, mas já quero deixar avisado que assim como no Arena Xbox, o foco aqui não vão ser tretas, console war, comparativos que visam discussões infinitas sobre outras plataformas, é um espaço para a diversidade de idéias, sim, mas nada de conteúdo “polêmico gratuito”.

Seja bem vindo! Se aproxime, compartilhe nas suas redes sociais, me chama no Twitter: felicity_br, coloque seus comentários aqui mesmo, para sempre ter o feedback e a sua participação, afinal de contas, o intuito em primeiro lugar é oferecermos, aqui no Arena, o melhor conteúdo focado em Xbox para você jogador e entusiasta da plataforma!

Me apresentando (numa perspectiva gamer)

Sou jogador das “antigas”! Com meus quase 40 anos, já conheci e joguei em quase todos os consoles das últimas 3 décadas, muitas vezes sendo chamado de “viciado”, termo comum por nós ávidos consumidores dessa jogatina eletrônica. Nada contra a galera do PC, nada mesmo! Mas sempre fui um “consolista”.

Meu primeiro videogame foi o lindão Atari 2600. O meu era todo preto, um pouquinho diferente desse da foto, e veio com o cartucho do Enduro.

Curiosidade: Atari 2600 tinha originalmente de memória RAM o total de 128 bytes e hoje no Xbox One X temos 12 gigas GDDR5

Tive contato com Odissey também por conta de amigos da época, mas minha preferência era o Atari 2600.

Depois tive contado com a Sega (sim, sou um viúvo da Sega). Comecei minha vida de “seguista” com o Master System, depois tive um Mega Drive japonês, que tinha chavinha seletora para mudar a região, possibilitando jogar cartuchos de qualquer região! Tive um Saturno e por último um Sega Dreamcast, que foi maravilhoso! Lembro até hoje a sensação de jogar pela primeira vez o clássico Resident Evil Code Veronica.

No lado da Nintendo, o único vídeo game que tive foi o Nintendo Wii, porém tive/tenho acesso a todos os outros, desde a geração 8 bits até o mais atual Nintendo Switch, graças aos meus amigos que possuem. Como bom fã de jogos de zumbi e Resident Evil, joguei muito Resident Evil 4 Wii Edition mirando para minha TV com o wiimote! Era uma delicia poder sentir mirando na cabeça dos zumbis de forma tão fluída.

No lado da Sony, tive todos os consoles de mesa PlayStation e atualmente possuo o PlayStation 4. Os consoles da empresa japonesa passaram a ser minha principal plataforma no início da geração passada (Playstation 3) até o ano passado, quando redescobri com a gigante de Redmond, a Microsoft e seu Xbox One, o prazer de jogar.

Redescobrindo o prazer de jogar com o Xbox – Um capítulo a parte.

Confesso que a “geração atual” de consoles, logo em seu início, não me conquistou. Jogava no PS 3, a jogatina online não me chamava tanta atenção e, as poucas vezes que jogava, não havia a necessidade de pagar para jogar. Juntando a isso ao fato de ter uma grande quantidade de jogos e valores mais baixos para adquiri-los, demorei para comprar os consoles mais atuais.

Por uma questão de condicionamento, acabei comprando o PS 4 primeiro, mas com o tempo, eu mais utilizava o console como uma central multimídia do que para jogatina. Após a compra do mesmo, passei quase um ano pesquisando sobre o Xbox One, em grupos de Facebook e com amigos online.

Durante minhas pesquisas, comecei a ver que tinha um mundo novo disponível para mim – com franquias exclusivas que eu não conhecia, serviços como Xbox Live Gold e EA Access (na época ainda não tinha sido lançado o Game Pass) e uma comunidade com pessoas bacanas que demonstravam entusiasmo em me ajudar. Acabei decidindo comprar meu Xbox One S. Por todos esses motivos, gostei tanto da plataforma que também acabei comprando um Xbox 360 para jogar os jogos que ainda não tem retrocompatibilidade.

Hoje tenho PS 4, Xbox 360 e Xbox One S, sendo o S meu console principal e que consome praticamente todo o meu tempo de jogatina. No futuro devo comprar um Xbox One X e um provável Nintendo Switch.

Atualmente sou assinante de todos os serviços disponíveis para Xbox: Live Gold, EA Access e Xbox Game Pass.

Jogos e experiências no Xbox

Com muita alegria, comecei minha jogatina no meu Xbox One com um jogo que faz parte da retrocompatibilidade: Alan Wake. Um jogo de suspense psicológico e pegada sobrenatural em terceira pessoa, com jogabilidade fluída e conteúdo narrativo rico e intrigante. Se você por acaso é de outro planeta e ainda não jogou, recomendo muito. O final desse jogo é, no mínimo, curioso.

Os serviços disponíveis para o Xbox One são simplesmente incríveis! Hoje eu comemoro e indico muito o Xbox Game Pass, que possui um catálogo de jogos excelente com diversas opções e, atualmente, estou muito animado e “viciado” na segunda infestação de zumbis da Undead Labs, uma espécie de “simulador apocalipse zumbi”, State of Decay 2, jogo que estou quase miletando.

E já estou ansioso para poder jogar o delicioso Forza Horizon 4, que estará disponível em seu dia de lançamento, para os assinantes do Game Pass. Para muitos jogadores, essa é a melhor franquia de jogos de corrida arcade!

Além de todos os jogos e serviços disponíveis, tem sido muito bacana a recepção e carinho de uma galera enorme na comunidade Xbox! Nesse espaço aqui no Arena tentarei, de forma ética, debater sobre, na minha visão, a melhor plataforma de games. O Xbox tem um futuro ainda mais promissor com tantos investimentos da Microsoft. 

Convido você a dar sua sugestão, sobre o que você gostaria de conversar aqui, termos, quem sabe, um espaço aberto para discutirmos tudo que seja pertinente ao universo Xbox.

A você que acompanhou essa minha apresentação e um pouco do que tenho curtido tanto na nossa caixa, meu muito obrigado!

Na próxima semana, começaremos a esmiuçar esse universo tão rico de coisas bacanas que o Xbox e games tem as nos oferecer!

Grande abraço! E até semana que vem!

Gamertag: felicitybrazil
Você pode gostar também