The Division 2 – [Análise do Arena]

É hora de reerguer a capital dos Estados Unidos!!

Lançado dia 19 de março, The Division 2 foi produzido pela Massive Entertainment e publicado pela Ubisoft. O jogo um RPG no estilo looter shooter, que promete te manter vidrado por longas hora.

Confira agora a Análise do Arena de The Division 2:

História

A história se passa sete meses após o primeiro título da franquia e, dessa vez, a Division vai para Washington.

A Division é uma unidade secreta que tem como objetivo garantir a ordem em quaisquer catástrofes globais e acabar com qualquer tipo de ameaça ao governo ou a população. Ao início temos um pedido de ajuda para todos os agentes disponíveis irem defender a capital, pois se ela cair o país cairá junto. Chegando na capital, encontramos uma cidade totalmente devastada com as facções lutando entre si para saber quem comandará a cidade. Visto esse cenário, seu objetivo será restabelecer a paz.

Temos um drama bem interessante no desenrolar do jogo. Algumas cutscenes são importantes para o desenvolvimento da história e seu personagem não possui interações no decorrer da história, ele está ali apenas para escutar.

A história é bem legal de se acompanhar, só não tem nada que irá te surpreender e nem emocionar. Contudo, ela é fundamental para saber o porquê de tudo estar acontecendo e, principalmente, te colocar no clima do jogo.

Cenário

Podemos dizer que o mapa do The Division 2 é uma verdadeira obra de arte! Vemos uma Washington em escala real com todos os pontos históricos detalhadamente construídos e fielmente colocados lá.

O cenário em si tem um papel fundamental na imersão do jogo – podemos ver uma cidade totalmente desvatada pela guerra, prédios destruídos, máquinas de guerra abandonadas e lixo por toda parte e ao mesmo tempo contemplar a natureza reivindicando seu espaço, observamos animais selvagens pelas ruas, prédios cobertos por vegetação e inundações pela cidade, dando um clima pós apocalíptico emocionante ao jogo.

O mapa está dividido em seis diferentes áreas, cada área contém características únicas que moldam o combate de acordo com a sua localização. As áreas são:

  • Comerciais
  • Governamentais
  • Residenciais
  • Shoppings
  • Pontos históricos
  • Natureza

A mudança de clima é outro ponto fantástico em The Division 2! Desde leves a fortes chuvas, nevoas bem fracas e nevoeiros intensos, combinados com a mudança de iluminação devida ao passar do dia. Essas mudanças exigem muitos mais atenção, pois se você está se deslocando em uma chuva forte, fica com o campo de visão bem prejudicado e quando se dá conta, já está no meio de vários inimigos.

Gameplay

É aqui que está todo o potencial do jogo! O gameplay é em terceira pessoa e puxado para o lado estratégico: aqui mais vale uma boa estratégia do que o equipamento. Mas, obviamente, você sempre precisará manter o seu equipamento atualizado para bater de frente com os inimigos.

Propaganda

O jogo é projetado para ser um cooperativo de até quatro jogadores (em breve teremos missões especiais para oito pessoas). O nível de equipamento dos inimigos vai se adaptando de acordo com a média dos jogadores na sala. Por mais que seja um cooperativo, os lobos solitários ainda podem fazer as missões solo com uma certa dificuldade devido a alta quantidade de inimigos, mas nada impossível.

Em questões do que fazer dentro do jogo, em The Division 2 isso não é problema! Além das missões principais, existem as missões secundárias com acontecimentos únicos daquela missão, contratos aonde determinado inimigo deve ser localizado e eliminado, ajudar nos projetos de cada comunidade, seja com projetos fixos ou com projetos temporários, garantindo boas recompensas – algumas sendo fundamentais para fortificar o seu agente.

Indo para o mundo aberto, que está constantemente em guerra de facções e com os cidadãos sobre proteção da Division, é que temos muitas coisas para fazer: pontos de controle para serem tomados, esconderijos para serem ativados, salvar cidadãos da execução, interceptar comboios das facções com suprimentos, conquistar zonas de conflitos entre facções, vencer fortalezas… Uma coisa e certa: Você não vai ficar sem ter o que fazer por um longo período!

The Division 2 tem dois momentos: o momento antes de atingir o level 30 e finalizar todas as missões principais e o momento após cumprir essas etapas e nesse momento que o verdadeiro jogo começa!

No endgame temos que escolher uma das três especializações e cada especialização têm características e habilidades únicas. O maior diferencial delas é a chegada de uma nova facção e essa facção tem equipamentos comparáveis com os da Divisão, sendo bem mais perigosos e difíceis de combater. Essa facção vai invadir todos os locais e reivindica-los. Basicamente vão desfazer muitas das coisas que você já havia feito pelo mapa até ali.

No endgame as missões passam a ter um nível de dificuldade selecionável e são divididas por Tier, ou seja: você começa no tier 1 e os inimigos também, assim que você passa para o tier 2, eles também passam e ficam mais resistentes e com dano mais forte. Mesmo ao atingir o nível 30 continuamos com a barra de XP e sempre que ela for completada, itens aleatórios são concedidos, motivando o término de todas as missões secundárias.

Para os jogadores que curtem jogar de forma mais hardcore existem as Zonas Infectadas. Nessas zonas os níveis também são por tier e são evoluídos de acordo com o XP adquirido lá dentro. Nas Zonas Infectadas você pode competir com outros jogadores por equipamentos e suprimentos, porém ao morrer tudo que você adquiriu lá fica no chão para outro player poder apanhar ou você pode voltar e tentar recuperar seus itens. As zonas são balanceadas só que uma vez na semana ocorre um evento em que o balanceamento é desligado. E para aqueles que curtem o Player vs Player, o jogo traz dois modos 4×4, um de mata-mata e outro de dominação.

Customização

Como todo RPG, você vai “perder” um bom tempo na customização do seu personagem! De cara já temos toda uma variedade de características físicas para tornar seu personagem único e com a visual que você preferir. Já dentro do game temos a customização visual e a de atributos.

A customização de itens para fortificar seus atributos é bem complexa, não basta apenas pegar os itens com os maiores atributos e jogar lá. Como há uma grande variação de armas com características únicas, será necessário saber combinar seus itens para atingir um bom potencial nos seus atributos e combinar com as características da sua arma com seu estilo de jogo.

Na customização visual é preciso adquirir os itens através de eventos ou de micro transações. Para alegria geral da nação e dos jogadores as micro transações só irão servir para itens visuais. Então nada de agentes bombadões porque gastaram um pouco mais dentro do jogo. Os itens cosméticos são adquiridos aleatoriamente em box, contendo itens exclusivos e alguns outros podem ser comprados com a moeda do jogo.

Considerações Finais

Particularmente, The Division 2 não me chamou tanto a atenção com os trailers, porém minhas perspectivas do jogo mudaram totalmente após joga-lo! Ele veio para redimir a franquia de todos os problemas com o primeiro título.

Quem está esperando pouco dele irá se surpreender e quem está esperando muito vai receber mais do que o esperado! Como todo o jogo, ele possui alguns bugs mas nada que atrapalhe a experiência. Os jogadores que procuram um bom cooperativo e atividades para serem feitas no endgame, The Division 2 é a escolha perfeita para tal.

Para mim, The Division 2 é a melhor opção nesse estilo de jogo atualmente.

The Division 2 está disponível na Microsoft Store.

9
Awesome

Análise do Arena

The Division 2 é um looter shooter com endgame empolgante, com modos cooperativos PvP e PvM. Vai te garantir longas horas de jogatina!

  • História 7
  • Gameplay 10
  • Gráficos 9
  • Endgame 10
  • Cooperativo 9

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Você pode gostar também