The Dark Pictures Anthology: House of Ashes – [Análise do Arena]

Um novo capítulo de The Dark Pictures Anthology

No ultimo dia 22, tivemos o lançamento do terceiro capitulo da franquia The Dark Pictures. Nomeado de House of Ashes, o jogo faz parte de uma série de 8 jogos desenvolvidos pela Supermassive Games e publicado pela Bandai Namco Entertainment. Com uma ideia de produzir títulos de terror, o jogo traz uma jogabilidade interativa e o Arena Xbox teve a oportunidade de conferir o game, e você pode conferir nossa analise a seguir.

Esse capitulo da franquia nos leva para uma história no território iraquiano, que começou muito antes de se chamar Iraque. A introdução do jogo começa em um templo sumério, onde um rei acaba desrespeitando os deuses, despertando uma antiga maldição e tem todo o seus súditos massacrados por criaturas misteriosas.

O enredo principal do game começa a se desenvolver muitos anos depois, onde nesse capitulo teremos foco em uma equipe militar estadunidense que está em confronto com forças iraquianas. O grupo em especifico está testando uma nova tecnologia desenvolvida pelo general e líder da missão, que acredita ter reconhecido o esconderijo de Saddam Hussein. Uma missão de rastreamento e captura do inimigo acaba se tornando uma armadilha. Durante o confronto, os soldados acabam caindo dentro do antigo templo sumério e irão precisar lidar com a antiga maldição despertada.

De cara, já começou falando de um ponto negativo do jogo, pois ele se distancia da ideia original imposta pela franquia. Não estou afirmando que ele tem uma péssima história, muito pelo contrario, contudo, o quesito terror que deveria ser o foco é deixado um pouco de lado e temos um jogo mais voltado para a ação, se comparado ao jogo anterior. Aqui, temos o objetivo de desenvolver a história para que os militares saiam do tempo com ou sem vida, isso irá de acordo com as escolhas de cada jogador. E a forma com que foi aplicada remeteu o jogo a uma perspectiva de suspense, pois não temos a criação daquela atmosfera assustadora em volta dos personagens. Apenas ficamos esperando de onde vai sair a próxima criatura e pôr em risco a vida de alguém. E ainda temos a intensa quantidade de combates postas no game, que o remete mais para um jogo de ação do que terror.

Contudo, mesmo se afastando da ideia original da franquia, o capitulo House of Ashes ainda possui uma boa história e ainda traz um ponto a se destacar. Como se trata de um jogo de escolhas, quanto mais informações temos, melhor é para saber que caminho seguir, e esse capítulo traz bem mais do passado dos personagens que os anteriores. Além do enredo principal, temos um passado de cada personagem sendo desenvolvido no decorrer dessa luta pela vida. 

De uma forma geral, podemos analisar a história de The Dark Pictures Anthology: House of Ashes como rica em detalhes e envolvente. Você fica preso e curioso para saber o que vem a seguir, o apego por alguns personagens acaba te fazendo pensar duas vezes antes de qualquer escolha. E ainda temos o uso de um clássico clichê para a reviravolta no enredo, que sem entrar muito em detalhes por causa de spoilers, vai surpreender a todos os jogadores.

Agora, analisando a parte de jogabilidade, como citado acima, a franquia se trata de um gênero interativo, onde suas escolhas irão moldar o curso da história. A jogabilidade de House of Ashes é como assistir a um filme em sua maior parte do tempo, onde você acompanha a história e em alguns momentos precisa interagir para moldá-la. E podemos defini-los em três momentos: investigativo, sequência e escolha.

Os momentos investigativos são onde temos a maior liberdade para caminhar pelo mapa e procurar pistas. A partir de tudo que recolhemos, podemos entender tudo o que está acontecendo em torno dos personagens. Os momentos de sequencia são onde podemos matar ou salvar um personagem. Todos são bem simples: apenas apertar botões de forma aleatória ou acertar uma mira, mas que tem grandes consequências ao desenvolver da história. 

O terceiro momento são as escolhas, que o jogo apontam elas como decisões racionais ou emocionais. As escolhas também tem grande impacto no desenvolvimento da história e mais ainda no desenvolvimento de cada personagem. Todos eles vem com características predefinidas de personalidade e nossas escolhas irão moldar e desenvolver cada um deles, resultando em diferentes rumos para a história.

Apesar de um gameplay simples e mais calmo, não o torna chato, pelo contrario, ela te envolve ainda mais na história. Aumentando sua vontade de abusar do fator replay, uma pequena escolha ou uma sequencia errada irá destrinchar diversos caminhos para a história, onde temos um roteiro final, porém, o caminho para chegar lá e quais personagem irão conseguir, são ações de cada jogador.

Agora sobre a parte menos importante mas que ainda tem grande impacto para alguns, as questões visuais do jogo estão lindas. Jogando em um Xbox One X, nem tudo foi perfeito, pois tive alguns momentos em que ocorreu a demora para carregar algumas texturas. Mas de uma forma geral, o jogo possui ótimos gráficos e as expressões de cada personagem não estão perfeitas, mas estão bem longe daquelas expressões robotizadas, que para um jogo desse gênero, é algo importante para desenvolver a história.

Considerações finais:

A franquia The Dark Pictures Anthology é um das melhores na temática de jogos interativos, sempre apresentando ótimas narrativas e diferentes caminhos que são destrinchados em função das escolhas do jogador. O capitulo House of Ashes se distancia um pouco da ideia da franquia, que é o terror, contudo, ainda continua possuindo uma ótima narrativa, com vários caminhos, levando os jogadores a um ótimo fator replay.

Adquira The Dark Pictures Anthology: House Of Ashes através da Microsoft Store.

** O game foi gentilmente cedido pela Bandai Namco BR para essa análise.

Análise do Arena

A franquia The Dark Pictures Anthology é um das melhores na temática de jogos interativos, sempre apresentando ótimas narrativas e diferentes caminhos que são destrinchados em função das escolhas do jogador.

8
Muito bom
  • História 7.5
  • Gameplay 8.5
  • Gráficos 8

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Se Inscrever
Notifique me
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x