Tales of Arise – [Análise do Arena]

Tales of Arise é um fortíssimo candidato ao Jogo do Ano, sim

Desenvolvido e publicado pela Bandai Namco, Tales of Arise é o mais recente título da série Tales of, que tem a árdua missão de reinventar a saga que encontrava-se desgastada após alguns jogos nem tão bem recebidos pela crítica. Mas não só contando com uma história cativante e um gameplay renovado, sem dúvida que a missão foi realizada com sucesso. Confira nossa análise.

Liberdade para os habitantes de Dahna

O título segue a história de Alphen, um indivíduo com uma máscara de ferro cujo planeta natal, Dahna, tem sido escravizado e despojado de seus recursos naturais pelos últimos 300 anos por Rehna, seu planeta vizinho. Mas ao encontrar a bela rheniana, Shionne, que está fugindo de seu planeta por razões desconhecidas, nosso herói vê a grande oportunidade de libertar seu povo e derrotar os cinco Lordes do planeta.

apps.18342.14081631992999838.68fed52b 0611 42ad 8aa0 74e6ec4d3ed7

A partir da história, já podemos perceber uma grande diferença com relação aos títulos anteriores da série Tales of, no qual os pacíficos habitantes esperavam alguma tragédia acontecer e a boa e velha luta entre bem x mal acontecer. Em Arise não existe tempo bom para o protagonista. Medo, dor e agonia estão presentes logo no início da trama. Mas claro, isso não quer dizer que outras características marcantes da série sumiram, como aquele estereótipo de personagens de anime, com um humor único, até ácido. Em contrapartida, elementos fantasiosos fazem parte da história, mas “perdem” seu lugar de importância, especialmente pelo fato de tanto Alphen, quanto Shionne possuírem objetivos distintos, mas que contam com o mesmo propósito: acabar com a tirania do planeta Rhena. Vale ressaltar que durante a aventura, o núcleo base de personagens é aumentado, o que faz com que o enredo fique cada vez mais rido e cheio de reviravoltas. Mas evitar os spoilers.

O gameplay é a cereja do bolo

Sem dúvidas que a série precisava trazer um novo respiro em seu gameplay e jogabilidade, mas graças ao ótimo uso da Unreal Engine 4, Tales of Arise traz mecânicas bem fluidas, além de diversas opções para o combate, como por exemplo, deixar que sua party fique no modo mais defensivo, estratégico ou agressivo. Mesmo para os iniciantes na série, é muito fácil compreender os comandos para a realização de um golpe especial e alternar entre os combatentes da party, apesar de Alphen e Shionne serem os protagonistas.

Tales of Arise Gameplay Video Showcases Combos, Burst Strikes and Counter  Edge - Kaiju Gaming

Apesar de trazer um gameplay dinâmico e fácil aprendizado, não quer dizer que seja apenas sair apertando botões, pois mesmo trazendo um combate ao estilo hack’n slash (como Bayonetta, Nier, entre outros), Alphen não é capaz de desferir diversos golpes simultaneamente, pois necessita de alguns instantes para recuperar a postura. Isso é devido a necessidade de esquivar golpes que podem ser mais contundentes de certos inimigos. Além disso, o jogador sempre deve estar atento aos níveis de magia e saber modificar seus equipamentos para desbloquear determinados tipos de habilidades.

Vale ressaltar que alguns adversários (principalmente os chefes), podem ser extremamente punitivos, especialmente em dificuldades elevadas, no qual o jogador deverá pensar duas vezes se realmente possui os itens necessários para a batalha. Esses, que podem ser encontrados pelo extenso mapa, como alimentos que podem aumentar certos status e liberar alguns atributos.

Tales of Arise Interactive Map | Map Genie

5 Vastas regiões para serem exploradas

Outro aspecto que a Bandai Namco investiu em Tales of Arise, sem dúvida foram os mapas, que são divididos em 5 grandes regiões, que possuem as mais diversas vegetações, passando por passagens secretas, pântanos tenebrosos, campos iluminados, etc. Não só as regiões, mas seus habitantes (apesar de parecidos), possuem características distintas. Vale ressaltar que mesmo não sendo um game de mundo aberto, todas as regiões se conectam e contam com diversos NPC’S, missões secundárias (um pouco repetitivas), além de recursos preciosos para a montagem de equipamentos e habilidades especiais, o que faz com que a exploração se torne extremamente válida. Outro ponto vantajoso é que a navegação para char esses itens é bem fácil e o caminho é bastante claro.

Tales of Arise review: A fun, fantastically frenetic action RPG | Windows  Central

Como nem tudo são flores, o mapa do game não funciona em determinadas funções, como por exemplo a exibir qual o próximo destino deve ser alcançado, além de não permitir que o jogador e sua party usem o recurso de viagem rápida em certas regiões. Outra ressalva que não pode deixar de ser feita é com relação a sua duração. Para essa análise, foram quase 100h (não que fossem necessárias, pois é possível terminá-lo em menos de 50h), o que pode afastar jogadores mais casuais e novatos ao gênero JRPG.

Gráficos e trilha sonora de tirar o fôlego

O game possui um visual deslumbrante que encanta em todos os cenários percorridos, seja beleza aquarelada, seja por um capricho em momentos de cutscenes, como se fosse um belíssimo anime. Além disso, a trilha sonora acompanha muito bem os diversos momentos do jogo, especialmente ao percorrer o mapa e enfrentar chefes. Sem dúvidas que a música faz toda a diferença, especialmente por se tratar de uma aventura épica.

Veredito

Tales of Arise trata-se da renovação do gênero JRPG, possuindo tudo que caracteriza a série Tales of, da mesma forma que traz novas mecânicas de gameplay, que com certeza irão agradar veteranos e novatos. Vale ressaltar que o título pode ser um ótimo início para os marinheiros de primeira viagem. Com personagens intrigantes, até os longos diálogos com os NPC’S valem a pena, pelo fato do jogo possuir uma história intrigante e cheia de reviravoltas. Candidato forte ao Jogo do Ano.

Adquira Tales of Arise através da Microsoft Store.

**O jogo foi gentilmente cedido pela Bandai Namco para essa análise.

Análise do Arena

Tales of Arise trata-se da renovação do gênero JRPG, possuindo tudo que caracteriza a série Tales of, da mesma forma que traz novas mecânicas de gameplay, que com certeza irão agradar veteranos e novatos. Vale ressaltar que o título pode ser um ótimo início para os marinheiros de primeira viagem.

9.5
Incrível
  • História 10
  • Gameplay 9.2
  • Gráficos 9.2

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Se Inscrever
Notifique me
1 Comentário
Mais Votados
Mais Novos Mais Antigos
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

1
0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x