Project Cars 3 – [Análise do Arena]

Sinta a adrenalina de ser um piloto profissional em Project Cars 3

A sequência de um dos melhores jogos de corrida da atualidade, Project Cars 3 chega para os fãs de velocidade, com um ótimo nível de desafio e corridas empolgantes. Mas dessa vez, a Slightly Mad Studios resolveu inovar consideravelmente em busca de novos fãs.

  • Acessível e desafiador

Começando pela parte do desafio, o jogo proporciona na medida certa a sensação de ser um piloto profissional, com mecânicas realistas e muito desafiadoras. Em certos momentos, correr não é a resposta para tudo, pois o sistema de auxílio de direção e frenagem ajuda os pilotos novatos na franquia a se acostumarem, e aos poucos, pegando o jeito de como dominar as pistas de Project Cars 3.

O game conta com séries de 12 desafios cada, variando entre chegar em primeiro ou cumprir os objetivos da pista. Sendo 3 em cada circuito, variando entre chegar em primeiro ou completar um determinado número de ultrapassagens dentro do certo estimado. E quanto mais pontos você juntar, uma nova série é liberada.

Com uma breve semelhança entre Forza Motorsport e Grid, o jogo traz novos carros e alguns já conhecidos da franquia, além das pistas do mundo real que já conhecemos, como por exemplo, o nosso autódromo de Interlagos.

Jogar Project Cars 3 para mim, foi um desafio a parte, pois o jogo é mais linear e cada missão é mais difícil que a anterior, o que me deixou bem satisfeito. O que mais me impressionou foi o fato de você sentir que realmente está no controle do veículo, e não como em um jogo genérico, onde é só acelerar até a linha de chegada que está tudo certo.

O modo multiplayer é mais simplificado do que os seus antecessores e apresenta alguns aspectos já vistos em jogos como Forza, como o Rivais. O jogo parece querer buscar uma nova identidade para atrair um público maior e tentar desbancar a franquia de corrida da Microsoft.

Como nem tudo são flores, algo que não me agradou nem um pouco foi a qualidade gráfica do game. Para termos uma noção básica, eu tenho um Xbox One Fat e uma TV 4K, o que não muda muita coisa, mas já oferece uma diferença bacana na qualidade dos jogos.
E como recentemente joguei Forza Horizon 3, que foi lançado em meados de 2016, a qualidade de Horizon é superior a Project Cars 3. Pode não parecer uma comparação justa, mas estamos em 2020, ou seja, são quatro anos de diferença entre ambos os games, e sabemos o quanto a indústria pode evoluir em quatro anos.

Não satisfeito, fui atrás de uma experiência melhor, para ver se era eu que estava exigindo demais do meu console e do game, ou se realmente os gráficos não estavam de acordo com a qualidade gráfica esperada. Procurei por vídeos em 4K a 60FPS, aproveitando o fato de a TV ajudar a visualizar em tal qualidade. A diferença apesar de ser notada, não foi muito distante, assim, senti que poderiam ser melhores na qualidade gráfica.

No geral, o jogo cumpre o que promete. Apresenta um nível de desafio que seja jogável por todos os tipos de jogadores, sejam casuais ou até os mais hardcore, e como minha primeira experiência na franquia, não posso dizer que fiquei decepcionado, apesar da qualidade gráfica não ser alta. As mecânicas e modos de corrida compensam a experiência e o desafio.

Adquira o game através da Microsoft Store.

*Project Cars 3 foi gentilmente cedido pela Bandai Namco BR.

Com o nível de desafio correto, o jogo mostra seu objetivo, apensar de ter espaço para melhorar.

8
Desafiador
  • Jogabilidade 9
  • Gráficos 7
  • Modos de corrida 8

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Se Inscrever
Notifique me
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x