Monster Hunter World: Iceborne – [Análise do Arena]

Quase um novo jogo!

Monster Hunter World é um RPG de ação desenvolvido e lançado pela Capcom em janeiro de 2018 e no dia 6 de setembro recebeu sua primeira e última expansão, Iceborne.

Iceborne é mais que uma simples expansão, que costumamos ver por aí em outros jogos, é praticamente um novo jogo, ela traz muito conteúdo, está repleta de novidades e cheio de desafios. A Capcom soube levar essa sua franquia para um outro patamar e atrair novos fãs para o game.

Para se jogar essa expansão, além de te-la adquirido, você precisará ter no mínimo o ranque de caçador no nível 16 e ter terminado a história principal do game. Porém me arrisco em dizer que apenas isso não basta caso sua intenção seja apenas concluir a historia, você irá sim consegui acessar todo o conteúdo da expansão, mas enfrentará grandes dificuldades se tentar apenas prosseguir com apenas esses requisitos mínimos.

Era uma simples investigação

Monster Hunter World: Iceborne se inicia com uma simples investigação de uma Legiana que aparece fora do seu habitat natural. Acontece que elas estão saindo do novo mundo em bandos, migrando rumo ao mar aberto e para descobrir o que está fazendo essa espécie ter essa mudança repentina de comportamento, a comissão de pesquisa decide segui-las para tentar resolver esse mistério.

Uma nova região completamente coberta de gelo e neve é descoberta junto com um novo ecossistema repleto de novas criaturas. Por ser uma área congelante, roupas especiais são necessárias assim como bebidas quentes, pois o frio intenso desse local faz com que uma simples caminhada se torne difícil e seu o nível de energia venha cair drasticamente, podendo até te impedir sair em fuga quando se é acatado por alguma fera.

Os níveis de neve variam muito, uma hora você está caminhando tranquilamente e termina se entrando numa região com neve até a cintura dificultando mais ainda o combate e logo após entra numa área coberta com gelo precisando tomar cuidado para que eles não se quebrem e não caiam em cima da sua cabeça.

Durante a história podemos encontrar 15 novos monstros, ate o momento, uns já eram conhecidos pelos fãs pois já apareceram algum jogo anterior da franquia, alguns são subespécies do que já se tem no Monster Hunter World e outros que estão fazendo sua primeira aparição no game. Temos ainda diversas criaturas menores, plantas, insetos.

Os monstros são dos mais variados tipos, mesmo que o foco da expansão seja neve e gelo, existe uma grande variedade deles, que te faram pensar muito qual a melhor a estratégia para derrota-los já que eles estão bem mais poderosos que o comum

Um outro detalhe é que a história da Iceborne não fica apenas na região da Fronteira Glacial, ela se estende as outras regiões do game, te fazendo encontrar algumas anomalias nessas áreas que vão de encontro a história contada.

E com a mecânica de Calvagada chegando no game, seguir trilhas e prosseguir com as investigações ficaram mais práticas e mais divertidas, onde agora você pode montar num Atacauda que te levara para o rastro mais próximo e irá segui-lo até encontrar o monstro ou o item que você esteja procurando.

Seliana: Organização é a palavra!

A nova cidade é certamente maior que a Base de Pesquisa e muito mais organizada que Astera sem a necessidade de ter que ficar subindo e descendo grande lances de escadas ou de ter que pegar um elevador para se ter acesso a outros locais.

Tudo agora está mais acessível, algumas funcionalidades ganharam um local próprio em Seliana, como por exemplo, o zelador ganhou seu próprio “balcão de atendimento” onde é possível acessar o Safari Atacaudas e a Área de Treino sem a necessidade de ir para o quarto e depois selecionar alguma dessas funções.

A Área de Treino passou por umas modificações e melhorias que foram implementadas, agora se é possível ver o dano que foi dado e ainda fica registrado o seu dano total num combo anterior. Outra melhoria é a possibilidade de mudar os objetos dessa área, por uma carroça que simula um monstro, onde se é possível testar combos com a Garra junto com a Atiradeira.

Mesmo estando na oficina ou no quarto é possível ainda acessar a área de encontro, pois ambas estão interligadas. Facilitando assim não só acesso, como a transição entre esses locais.

O centro de botanologia e o Argosy em Seliana ficam agora num mesmo local e bem mais visível do que em Astera, que muita das vezes se perdia em meio a tantas barracas de vendas e npc’s.

E um novo local foi adicionado, o Vaporizador, que acumula combustível a cada expedição que você completa e também se pode por alguns itens para gerar vapor para toda a Seliana, com isso você tem acesso a um minigame onde se pode conseguir os mais diversos itens.

Ficou mais simples também gerenciar o seu Palico, agora ele fica numa tenda bem ao lado da caixa de itens, tornando bem mais prático se organizar completamente antes de partir numa expedição.

Um dos pontos de destaque de Seliana é o novo Quarto, que está mais luxoso e aconchegante do que nunca, que tem uma vista incrível com uma fonte termal particular.

No quarto ainda e possível personalizar ele completamente, não só colocando suas coletas de pequenas criaturas, mais também mudando os moveis e personalizando suas texturas e cores.

O outro ponto que se destaca na nova cidade, é a nova área de encontro que tem uma enorme fonte termal da qual se pode relaxar com os amigos e interagir tirando sua armadura, fazendo mergulhos, jogando água ou simplesmente boiando e relaxando. Ainda uma sauna e uma piscina para escaldar os pés enquanto você brinca e faz carinho no seu Palico.

Armas e Armaduras

Se antes o game já nos trazia um grande leque de opções de armas, armaduras e amuletos, com a chegada do Ranque Mestre e de novos monstros, temos ainda mais opções de sets para se criar e combinações para se fazer.

Todas as armaduras que já existiam no game, ganharam agora sua versão mais poderosa do Ranque Mestre, assim como um novo visual e também temos armaduras dos monstros novos, que para forja-las precisaremos adquiri materiais específicos encontrados em expedições do novo ranque.

O seu Palico tem também novas armas, armaduras e um novo nível de proficiência de seus acessórios que te dão mais opções na hora do combate. A Gaiola de Mosclarão além de atordoar inimigos e por armadilhas de choque no chão, agora ela coloca a Jaula de Bumsouro, um novo tipo de armadilha que faz com que o monstro caia após causar uma explosão.

O porquinho Poogie não ficou de fora dessa atualização, ele ganhou novas roupas que estão escondidas por toda Seliana e se procurar no local certo, você consegue ate umas pelúcias para pôr no seu quarto.

Combate com mais variedades

Com a adição da Garra no Iceborne, todas as 14 armas do jogo receberam novos combos, onde se é possível lança-la para agarrar um monstro com a sua arma ainda em punho e ao conseguir subir no monstro ainda é possível combar com sua arma ou com a garra, fazendo com que o monstro mude de direção.

Caso tenha munição na sua Artiradeira, é possível descarregar de uma única vez a toda a sua munição, fazendo com que o inimigo seja empurrado para frente e ao atingir algum obstáculo caia no chão. Porém ao se utilizar a Garra, tem que se ter cuidado pois uma parte da sua barra de energia é consumida e se chegar a zero você será arremessado de cima do monstro.

Uma pequena modificação, que é de muita ajuda, foi feita na artiradeira. Agora é possível dispara-la sem a necessidade de guardar a sua arma, facilitando assim emendar seu combo com alguns tiros de alguma munição para ferir ainda mais o monstro.

O combate em si contra os monstros que a expansão trouxe está muito mais desafiador, os monstros possuem um hp realmente muito grande e ataques poderosos, coisa que para quem apenas terminou a história principal do game e partiu logo para a iceborne irá enfrentar algumas dificuldades, já que os inimigos todos fazem parte do novo Ranque Mestre.

Nas primeiras expedições só se pode abrir o S.OS para que alguém entre na sua partida e te ajude, apos falhar pela primeira vez, coisa que termina consumindo um bom tempo pois diferente das expedições comuns, onde você só pode morrer 3 vezes,para que a missão falhe, nessas expedições iniciais não há um limite de morte, apenas de tempo, onde o monstros deixam a região caso você não tenha dano suficiente para abate-lo ou captura-lo dentro desse limite de tempo.

Conteúdo que não acaba tão cedo

Monster Hunter World: Iceborne pode até ser considerado um novo jogo de tantas novidades que ele traz. Suas novas missões sejam principais, opcionais, investigações e eventos irão render muitas horas de jogos, muita diversão e claro aquela raiva por falhar em uma ou outra missão, ou simplesmente em tentar pegar algum item do monstro.

O game está mais prático e mais intuitivo, seja na hora de perseguir algum monstro, montar sua armadura ou ficar apenas de bobeira na área social. E a parte de personalização, seja de armadura, de personagem ou do seu quarto tem muito mais opções e mais liberdade para deixar as coisas do seu gosto.

8.5
Incrível

Iceborne é um prato cheio para os fãs que amam novidades, mas também amam a nostalgia de poder lutar novamente contra algum monstro de algum game da franquia anterior. Ele consegue agradar e prender os fãs mais antigos da série e fazer com que novos jogadores se viciem no jogo e desfrute desse incrível mundo criado para proporcionar as mais diversas experiências.

  • Gameplay 8
  • História 9
  • Visual 8
  • Performace 9
Você pode gostar também

Inicie a discussão na Comunidade Arena Xbox