Life is Strange 2: Episódio 2 – Rules – [Análise do Arena]

Grandes poderes trazem grandes jogos?

O segundo episódio de Life is Strange 2 foi lançado um pouco tarde, se comparado ao primeiro, Roads. Particularmente, considero esse sistema de lançar o game em “pedaços” ruim, ainda mais se houver uma grande distância entre os lançamentos. Mas assim como esse review, Rules chegou tardiamente, mas chegou. Será que ele conseguiu agradar, assim como o primeiro?

  • “Familia êh! Família ah!”

Rules começa algumas semanas depois da fuga dos irmãos Diaz, Daniel e Sean, em busca de chegar a fronteira com o México. Sean, por ser o irmão mais velho, já tem a responsabilidade de cuidar do irmão mais novo. Agora, deve ensiná-lo a controlar seus poderes e principalmente obedecer algumas regras, para que o segredo do irmão não seja revelado.

Durante a jornada, é notado que a intenção dos irmãos conseguir momentos de como era a vida antes dos incidentes ocorridos. Vivendo em casas abandonadas para lidarem com o rigoroso inverno que chegou, os irmãos aproveitam para conversar sobre quais são os próximos planos e especialmente para aprenderem mais sobre o poder de Daniel, fazendo pequenos treinos práticos e quando usá-los. Decisão que será o centro do capítulo.

A vida, ela não é fácil
  • Família muito unida e também muito ouriçada

Por Daniel apresentar problemas de saúde, Sean toma a decisão de procurarem abrigo e amparo na casa dos seus avós maternos, o que no primeiro capítulo ficou claro que a relação não era das melhores com a família da mãe. Mas em tempos difíceis, medidas drásticas são necessárias.

Não existe comida melhor, do que comida de vó

Propaganda

Apesar da insegurança logo ao chegarem na casa dos avós, com o tempo, a normalidade e tranquilidade esperada em tempos de natal, é alcançada. Com o carinho dos avós e a tradicionalidade dos mais conservadores, a vida parece estar tranquila. Após o início empolgante, as decisões não são impactantes ou fazem muita diferença. Tudo está tranquilo. Tão tranquilo, que Daniel faz um amiguinho já conhecido. O irado Captain Spirit!

  • Amigos não mentem! Mentem?

Um encontro mais que esperado na série, finalmente acontece: os poderosos Captain Spirit e Daniel se tornam amigos rapidamente e o game ganha um novo teor de empolgação. Sem dúvidas que a adição de Chris a história é muito positiva e se torna mais que obrigatório você ter jogado “As aventuras Iradas de Captain Spirit”. Além do mais, os dados salvos são resgatados por Life is Strange 2.

  • A normalidade tem hora para acabar

Vale a pena lembrar que Sean e Daniel estão sendo procurados por todo o país e seus rostos estão espalhados em todos os cantos. Naturalmente, quanto mais saírem de casa, mais expostos estarão. E ao sair para comprar uma árvore de natal para Chris e um presente para Daniel, o jogador se vê encurralado ao perceber que a decisão tomada, pode trazer a tensão novamente na vida de Sean e seu irmão.

  • Resumo

O segundo episódio de Life is Strange 2, assim como o primeiro, consegue balancear bem entre momentos de normalidade e a tensão ao tomar determinadas decisões. Fica o destaque para mais uma vez, a Dontnod tocar em temas de conservadorismo, que envolvem toda a história e faça com que o jogador seja mais (ou deveria) aberto a discussões controvérsias e tradicionais.

Durante o gameplay, não encontrei problemas de bugs ou quedas de frames, apesar dos erros serem relatados por outras pessoas.

8.5
Muito bom!

"Rules" consegue honrar a franquia e o nome do episódio faz jus, literalmente ao que é apresentado no jogo. Um fator que prejudica é a demora para seu lançamento.

  • História 9
  • Gráficos e trilha sonora 8.5
  • Gameplay 8

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Você pode gostar também