Jay Puryear, Diretor da Treyarch – [Arena Entrevista]

Durante a BGS, a equipe do Arena conversou com Jay Puryer, Diretor da Treyarch, que lançou globalmente o CoD: Black Ops 4 no Brasil.

Call of Duty: Black Ops 4 foi lançado durante a BGS 2018, no dia 12 de outubro, e trouxe várias mudanças um tanto quanto surpreendentes para a franquia. Talvez a adição de um modo battle royale não tenha sido tanta surpresa assim, mas muitos não esperavam pela remoção da campanha single-player propriamente dita.

Durante a BGS, Jay Puryear conversou com a equipe do Arena Xbox sobre todas essas mudanças. Ele também contou quais são os planos da desenvolvedora (Treyarch) para o futuro do game. Tudo o que ele contou para nós você vai conferir agora!

Arena Xbox (AX): Em primeiro lugar, obrigado por dar o seu tempo para a Arena Xbox e parabéns pelo novo jogo! O modo Zombies se tornou um sucesso fantástico. Vocês imaginariam que se tornaria tão grande assim?

Jay Puryear: Assim que começamos (com o modo Zombies) todos no estúdio (Treyarch) estavam jogando […]. Então, pensamos que tínhamos algo aí, que era bastante divertido de jogar, desafiador, com um monte de coisas boas. E ter a possibilidade de colocar isso (em prática), e aqui estamos… dez anos depois se tornou um fenômeno.

Nós estamos super orgulhosos do trabalho que temos feito. Tem sido uma jornada maravilhosa. A comunidade é apaixonada, sempre buscando novos Easter-Eggs, do que se trata a história, ou o que está por vir… então para nós tem sido uma oportunidade maravilhosa trabalhar com a comunidade.

Se nós achávamos que teria tanto sucesso? Não achávamos, mas tínhamos esperança de entregar uma experiência que nossos fãs amariam.

Personagens do modo Zombies

AX: É quase um jogo separado. Tem muito conteúdo…

Jay Puryear: […] as experiências Zombies que estamos trazendo este ano, duas novas histórias […] com quatro novos personagens…então temos bastante conteúdo Zombies no Black Ops 4.

AX: Call of Duty: Black Ops 4 não tem o modo campanha. Como foi a decisão de não inserir a campanha no jogo?

Jay Puryear: Uma das coisas que nós fazemos na Treyarch é contar histórias de uma maneira diferente. E a história que queríamos contar, continuamos contando através dos Especialistas no modo multiplayer.

Existe uma narrativa atrás do multiplayer. Nós temos a oportunidade de aprender sobre cada Especialista, quem eles são. E nas missões dos Especialistas, você tem a oportunidade de aprender a usar baterias, ou uma máquina de guerra. Então, é mais uma oportunidade para mostrar quem são esses personagens.

Posso te falar também que, nós acreditamos que temos uma espécie de rapper bastante criativo no que diz respeito ao Blackout (modo battle royale), onde colocamos o melhor de tudo que já fizemos nos últimos dez anos no universo Black Ops, seja personagens, Zombies, mapas…

E claro, quando eu falo sobre Zombies, é o começo de uma nova narrativa, a primeira em dez anos, onde vamos saber tudo sobre Scarlett, Diego, Stanton e Bruno. Então é uma grande oportunidade para novos jogadores conhecerem uma nova história. Estamos criando narrativas de várias formas no Black Ops 4.

AX: Entre todos os Especialistas, tem algum que você goste mais?

Jay Puryear: (risos) Tem alguns que eu goste mais, de fato. Mas eu te digo que, você irá encontrar um Especialista que se enquadre melhor no seu perfil dependendo do seu estilo de jogo.

Eu sou daqueles que gosta de sair correndo com a arma em mãos (popular rushador), então eu gosto de jogar com o Ruin e usar a Grapple Gun, para me mover rapidamente. Você também pode jogar de suporte, com Crash, que tem equipamento de cura e munição extras, gosto dele bastante. Também gosto do Recon, que tem equipamentos que revelam inimigos ao redor… então dependendo do humor, você pode encontrar de dois a três personagens utilizáveis.

Ruin

AX: Como e quando foi a decisão de inserir battle royale na franquia?

Jay Puryear: Nós, como você pode imaginar em qualquer estúdio de jogos, somos apaixonados por jogos no geral. E quando começamos a olhar o que outros títulos battle royale tinham, vimos que existia algo especial […] então nos atentamos a isso, e reconhecemos que de alguma forma o universo de Black Ops 4, ou o universo Black Ops estivesse ali.

Nós focamos no que outros títulos não tinham. O controle (da arma). Vindo de um título AAA, era muito importante para a gente que o controle da arma funcionasse bem. As pessoas estão acostumadas àquele tipo de controle de arma (da franquia), então nós focamos nisso.

E obviamente nos veículos. Nós temos (veículos) aéreos, por mar, para que você possa andar pelo mapa o quanto queira. E o mapa é grande! É o maior mapa que já fizemos, 1.500 vezes maior que Nuketown.

Então, quando você percebe que tem histórias diferentes (no modo Zombies), o battle royale, multiplayer… quando você começa a olhar para essas coisas individualmente, e coloca elas juntas, faz todo o sentido.

Mapa do modo Blackout

AX: Vocês acreditam que o Blackout (battle royale) atraia ainda mais novos jogadores, tanto homens quanto mulheres, a testarem o CoD?

Jay Puryear: É possível! De novo, para nós o intuito foi de criar uma nova experiência que fosse diferente para o CoD, e quando você olha para todo o conteúdo diversificado que temos a oferecer, há muitos pontos de entrada.

Então se você é um jogador casual, ou um jogador hardcore, tem algo para você. Eu acho que com todo o alarde que estamos tendo, muitas pessoas irão testar no Blackout, e talvez até comprar…então estamos ansiosos para ver o que as pessoas irão pensar.

AX: Eu no princípio não era fã de battle royale, mas eu testei o Blackout no beta aberto, e posso te falar. É um ótimo modo.

Jay Puryear: Muito divertido né? Uma das coisas que nós (Treyarch) discutíamos, como princípio primordial, era isso. “Eu quero me divertir, e me divertir com meus amigos”. E nós entregamos isso em todos os modos.

AX: Qual foi a recepção da comunidade com o teste beta do modo battle royale?

Jay Puryear: No princípio os jogadores pareceram meio cépticos (pessimistas), por nunca terem jogado esse modo antes, mas quando você pega o controle e se joga, se acostuma rapidamente. A ideia de poder se movimentar por todo o mapa, pegar um veículo, lootear, explorar o mundo… estamos descobrindo que as pessoas estão adorando.

Estamos aqui no final de semana de lançamento (do jogo) e estamos muito ansiosos pelo feedback.

AX: Como vocês pretendem manter os jogadores entusiasmados com o Black Ops 4?

Jay Puryear: Black Ops 3 nos ensinou muita coisa. Graças à enorme comunidade, que sempre interagiu por tanto tempo… então nós criamos um loop, que permitia que a comunidade falasse o que gostavam e o que não, então nós pegávamos esse retorno e discutíamos no estúdio, e então a equipe no estúdio implementava essas demandas.

Demos bastante suporte ao Black Ops 3, e este será o maior benefício que vamos levar ao Black Ops 4, seja no multiplayer, Zombies e no Blackout.

AX: Você pode nos dar algum spoiler das próximas atualizações do jogo?

Jay Puryear: (risos) Não não não. Essa é a novidade: nós lançamos o jogo neste final de semana! Por enquanto ainda não discutimos nenhum plano, mas pode ter certeza que vamos dar suporte a este título por muito tempo.

Estande da Activision na BGS

AX: Gostaria de deixar uma mensagem para os fãs?

Jay Puryear: Só gostaria de dizer aos fãs ao redor do mundo que, estamos aqui celebrando o lançamento do Black Ops 4 no Brasil. Espero que vocês se divirtam jogando como nós nos divertimos…aproveitem!

A equipe do Arena Xbox agradece à disponibilidade de Jay Puryear em ter falado conosco!

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.