Gears 5 – [Análise do Arena]

Depois de muita espera, o épico está aqui

O maior lançamento do ano chegou, e com ele, o fim da ansiedade de zerar essa bela obra de arte, com gráficos de tirar o fôlego, uma jogabilidade melhorada e montes de novos modos de jogo, Gears 5 prometeu e cumpriu.

  • Jogabilidade

Começando pela jogabilidade, que no início deixou a desejar (com alguns bugs nos check points e a falta de suporte dos NPC’s), o início pode ser pesado e desgastante para um jogador novato na saga Gears. Para um veterano, será mais uma sessão de rage gratuito e ódio contra a inteligência artificial de Del, por exemplo, lembrando os dias e raiva com o saudoso Dominic Santiago. Após o segundo ato, esse problema some e não dá mais as caras. Porém, com a última atualização, o erro já não é mais encontrado no game. Assim, deixando a experiência ainda melhor.

  • Gráficos

Com um visual exuberante e cenários cheios de detalhes, a qualidade de Gears só aumentou. Mesmo na versão mais simples do console, o visual é de tirar o fôlego, e somando aos diferentes biomas encontrados durante a campanha, a quantidade de detalhes só aumenta. Ressalva para o deserto de areia vermelha, que é um espetáculo a parte.

  • Personagens

Com algumas caras novas e outras nem tanto (estamos falando de você, Cole). Gears 5 incorpora os novos personagens de forma simples e efetiva, desde a nova geração da família Carmine, até mesmo o “sem noção” do Fahz, um gear metido e cheio de marra. E não podemos deixar de mencionar a volta de Paduk e seu jeito rabugento. Sem contar a grande quantidade de referências a personagens queridos da franquia que já se foram, Gears 5 não deixa ninguém de fora.

  • História

Com uma história que veio pra resolver algumas questões pendentes desde o primeiro jogo, a reviravolta que temos ao final da campanha nos deixa que queixo caído. Pela primeira, vez teremos uma mulher como protagonista em um game da franquia, e durante a jornada, seus companheiros serão Del e o robozinho Jack (que a Kait vai aprendendo a gostar com o tempo).
O mapa semi aberto é um show a parte, com missões secundárias e dezenas de colecionáveis. A cada novo achado, um pouco sobre a história de Sera é descoberto. Uma dica é explorar cada cantinho possível, pois às vezes, algo legal pode passar despercebido.

  • Multiplayer

Nosso querido e amado multiplayer de Gears veio cheio de novidades. O maior exemplo é o novo modo fuga, aonde você entra em uma colmeia swarm, implanta uma bomba de gás e precisa sair de lá o quanto antes. E caso não ache os mapas difíceis o suficiente, pode usar o criador de mapas para criar o seu e se divertir com os amigos.

Com vários outros modos, um crossover com Halo Reach e um DLC comemorativo de Exterminador do Futuro, o estúdio The Coalition promete novidades a cada 3 meses, para uma continua melhoria de todo o multiplayer do game.

  • Veredito

Apesar de seus bugs no início da campanha (já resolvido no modo solo) e da IA de Del beirando a inutilidade (especialmente no modo insano), o jogo entrega o que promete e horas de diversão. Em uma história cheia de altos e baixos, pronta para te deixar sem fôlego na maioria das vezes, Gears 5 veio com tudo e valeu cada segundo de espera.

9.7
Incrível

Como diria meu querido Marcus Fenix: "Let's do this, one more time!"

  • Gráficos 10
  • História 10
  • Jogabilidade 9

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.