Elden Ring – [Análise do Arena]

Seja bem vindo maculado, as terras intermédias de Elden Ring


Para muitos fãs da From Software, esse é um momento único e raro, que é quando um novo título é lançado, e dessa vez (Elden Ring), acabou sendo o lançamento do ano até então.

Com um vasto mundo, uma mistura e funcionalidades que deram certo em jogos antigos, e aquela grande dose de dificuldade, o mais novo queridinho dos gamers conquista ainda mais pessoas ao redor do mundo.

ff32bf81 40a6 4699 aac2 c68808179bba7676580428638509725


Sobre a História
Para quem já está familiarizado com jogos do tipo soulslike, sabe que a história é um dos pontos fortes do jogo, cheia de detalhes, inimigos e aliados notáveis, e para dar ênfase a tudo isso, a equipe de Elden Ring trouxe ninguém mais ninguém menos que George R. R. Martin, criador da série de livros Game of Thrones.

E dessa vez não é diferente. A parceria entre Miyazaki e Martin resultou em um dos games com a melhor lore até o momento, mas é uma pena que a versão em português do Brasil veio sem os textos sobre a história que acompanham os itens dentro do game, mas a equipe da Bandai já confirmou que está ciente do problema e irá corrigir em breve.

Jogabilidade

Todos sabemos que o ponto forte de um soulslike é o gameplay difícil, e em Elden Ring isso não muda.
Com uma vasta quantidade de inimigos, e bosses mais forte a cada vez que vc avança, o jogo te força a fortalecer seu personagem, e isso é feito através de exploração de dungeons, farmando runas e itens mais poderosos.

O jogo também conta com uma incrível quantidade de armas, armaduras, magias e cinzas de guerras, deixando a disposição do jogador, uma grande quantidade de variações, desde as opções mais furtivas, até os mais poderosos guerreiros ou magos, dependendo somente de você decidir qual a melhor combinação.



O mapa imenso não deixa a desejar, com muita coisa escondida, e até um velho conhecido como mini-boss (sim, é o Patches), explorar nunca foi tão divertido e emocionante, cada dungeon é uma novidade, dificilmente você se verá entediado ao entrar em uma caverna.

A trilha sonora é algo que faz parte da jogabilidade, sabendo transitar muito bem entre um momento de calmaria e outro de pura emoção, mostrando que a trilha sonora é algo digno de cinema.

No geral, Elden Ring é o primeiro na fila de jogo do ano, e ouso dizer que dificilmente alguém tira esse posto dele. O equilíbrio entre todos os elementos do jogo, faz com que você, assim como eu, gaste 100 horas de jogo e não perceba, e ainda está será o meu primeiro jogo que vou fazer 1000g.

Bandai Namco e a From Software, fizeram um trabalho perfeito, e nos trouxeram esse jogo que já é um clássico cheio de potencial.

Adquira o jogo através da Microsoft Store.

Análise do Arena

O jogo do ano!

10
Incrível
  • História 10
  • Jogabilidade 10
  • Gráficos 10

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Se Inscrever
Notifique me
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x