Setembro Amarelo
O silêncio pode dizer muita coisa.

Cloudpunk – [Análise do Arena]

O intrigante mundo de Cloudpunk

Publicado pela Merge Games e desenvolvido pelo estúdio Ion Lands, Cloudpunk foi lançado para Xbox One em 15 de outubro, prometendo um mundo distópico e futurista, com muitas histórias intrigantes envolvendo androides, inteligências artificiais e humanos inescrupulosos de todos os níveis da sociedade.

  • Conheça a cidade de Nivalis

Sem muitas explicações no início, somos apresentados a Rania, uma jovem que acabou de se mudar para a cidade de Nivalis (que é completamente suspensa no ar), e está em seu primeiro dia no novo trabalho, fazendo entregas de pacotes duvidosos para a empresa chamada Cloudpunk. Curiosamente, a única regra é não saber o que está entregando.

Para entregar as mercadorias pelos arredores da cidade, Rania conta com um veículo planador chamado Hova, que de tempos em tempos precisa de manutenção e encher o tanque de gasolina.

Cloudpunk 1

Em geral, chegar ao destino da mercadoria é uma tarefa bem simples. O máximo que pode haver de dificuldade é para achar um lugar para estacionar o Hova, que nem sempre é perto do local de entrega. Mas viajar pela cidade à noite e contemplar o cenário com muitas luzes é incrível. Mesmo quando você está a pé, sempre encontra personagens com histórias interessantes e pedidos, digamos…curiosos, além de vendedores de produtos químicos e lanchonetes.

  • A ética em um trabalho duvidoso é colocada à prova

Por se tratar de um jogo totalmente focado na narrativa, espere por histórias interessantes, nas quais sua curiosidade e ética moral podem fazer toda a diferença. Apesar da regra clara em não perguntar sobre o que está transportando e para quem, Rania acaba por “burlar” o sistema e precisa lidar com situações que podem colocar seu emprego em jogo.

Entregas como mercadorias quebradas, pacotes para remetentes já mortos são comuns na rotina de Rania, que deve decidir se realmente vale a pena realizar o serviço ou retornar para a empresa por falta do pagamento. E a medida que as histórias são contadas, você vai conhecendo todo o mistério ao redor de Nivalis e como diferentes áreas recebem tratamentos diferenciados.

Cloudpunk 2
  • Tempo para alguns “bicos”

O jogo também conta com algumas missões secundárias, mas que não trazem mudanças para a trama. Além disso, é possível coletar cartões de memória, livros e até videogames. Esses produtos podem ser vendidos por um alto valor para compradores urbanos, fazendo com que você possa comprar itens para seu apartamento e até mesmo customizar seu Hova.

O jogo principal conta com cerca de 9 horas, mas adicionando as missões paralelas, a duração pode aumentar razoavelmente e faz com que você conheça todos os segredos de personagens carismáticos e o gira ao redor dessa cidade tão corrompida.

  • Graficamente falando…

O jogo conta com gráficos pixelados, bem ao estilo de Minecraft, o que na minha opinião, deu um charme todo especial, ainda mais por se tratar de um estúdio independente, que coloca todo o seu carinho na caracterização da cidade. Mas vale ressaltar que apesar dos gráficos, o desempenho no Xbox One FAT deixa um pouco a desejar.

Durante toda a campanha, em momentos de loading, o game trava por breves segundos, o que pode causar momentos que não deveriam acontecer. Mas o mais grave é que em certas missões, os diálogos não mudavam, impossibilitando a história de continuar e obrigando a refazer todo o progresso da missão novamente.

  • Conclusão

Cloudpunk traz um enredo muito interessante, mas não conta com atividades diferentes, o que podem acabar deixando o jogador entediado. Com gráficos muito simpáticos, eles se perdem devido a problemas de renderização e tempos de loading, principalmente se você estiver no Hova. Por ser um título lançado no final da geração, isso pode ter custado caro para o desempenho final.

Adquira Cloudpunk através da Microsoft Store.

Análise do Arena

A história do jogo é absurdamente fantástica, mas a falta de outras atividades e principalmente seu desempenho podem custar caro.

7
Interessante, mas com ressalvas
  • História 9
  • Gráficos 6
  • Jogabilidade 6
Se Inscrever
Notifique me
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x