Setembro Amarelo
O silêncio pode dizer muita coisa.

Chronos: Before the Ashes – [Análise do Arena]

Salve-se de um antigo mal em Chronos: Before the Ashes

Desenvolvido pela Gunfire Games e publicado pela THQ Nordic, Chronos: Before the Ashes é o prequel de Remnant: From the Ashes e trata-se de levar o jogador a um labirinto misterioso, cheio de criaturas assustadoras e místicas,juntamente com quebra-cabeças desafiadores.

Vale registrar que o game foi lançado em 2016, inicialmente para ser jogado em realidade virtual, limitando drasticamente que a maioria dos jogadores pudessem apreciar o que aconteceu no mundo Remnant, antes da quase extinção da humanidade.

  • Formando um universo

Como mencionado anteriormente, o RPG souls-like Chronos: Before the Ashes é centrado em um mundo (ainda) com esperança de ser salvo de um grande mal. E as esperanças estão nas mãos de um jovem, que deve descobrir os segredos de um labirinto e derrotar um perverso dragão, entre outras criaturas que estão localizadas em outra dimensão e ganhamos acesso através de um cristal. Mas claro que durante a jornada, outros elementos vão sendo apresentados, assim como em Remnant: From the Ashes, no qual a humanidade já está praticamente extinta.

Chronos 1

Logo na primeira cutscene do game, somos apresentados ao enredo citado acima, de uma forma bem simples e didática. Já informações adicionais são reveladas conforme lemos alguns documentos e diários espalhados pelo cenário. Aqui fica o mérito pelos textos estarem em nosso idioma, o que facilita a compreensão.

  • Porta de entrada para o mundo souls-like

Se ao ler souls-like, você já torceu o nariz, fique calmo. A mecânica do game pode ser o incentivo para se aventurar em outros jogos do gênero. Como manda o figurino, o protagonista pode desferir golpes fracos, golpes fortes, esquivar, defender e correr. Aqui, vale ressaltar que a barra de stamina só é gasta com defesas, mas ao mesmo tempo só é possível desferir um ataque em combo após uma breve pausa.

O game não apresenta um extenso arsenal de armas, nem seleção de classes, fazendo com que a escolha da mesma seja crucial ao longo da jogatina. Nelas, podemos colocar pedras de poderes, que invocam fogo ou eletricidade. Mas vale ressaltar que a forma de derrotar os inimigos é a velha bate, desvia, defenda e ataque novamente.

Chronos 2
  • Como envelhecer e facilitar sua vida

Se o jogo possui elementos souls-like, claro que haverá algum tipo de punição em suas falhas, não é mesmo? Aqui é diferente, pois a cada morte, o personagem envelhece 10 anos, fazendo com que seja possível escolher um diferencial fixo, como aumentar o poder de dano ou possuir mais habilidades durante uma esquiva. E como a idade chega, cada ponto será mais importante ao passar do tempo.

  • Idas e vindas em dois mundos

No game, nosso personagem caminha pelo mundo real, no qual podemos ver cenários mais desgastados e cinzas, e por outra dimensão do portal, apresentando um universo mais colorido, sem deixar de destacar um ambiente sombrio. Com relação aos inimigos, não existe muita variedade entre eles, mas que todos possuem um certo grau de desafio. Já os chefes conseguem mudar o ataque de acordo com o restante de vida. São lutas dinâmicas e animadas.

Chronos 3

Além dos inimigos, o game apresenta alguns puzzles espalhados pelos 4 mapas, exigindo a exploração do cenário e como saber usar os itens encontrados. Até mesmo realizar a combinação entre objetos encontrados será necessário.

  • Visualmente falando

Os gráficos possuem uma textura bem simplificada, mas que não deixam de agradar aos olhos do jogador. Vale mencionar um destaque para a iluminação, trazendo um ar mais deslumbrante em um cenário quase que apocalíptico. Ao contrário de satisfatórios gráficos, não se pode dizer o mesmo da trilha sonora, que praticamente só se encontra presente nas batalhas contra chefes e mesmo assim não marcantes e você as esquecerá facilmente.

  • Veredito

O game pode ser uma ótima porta de entrada para curiosos do gênero souls-like, com controles fluidos e sem qualquer tipo de punição para o jogador. Se tratando de um prequel de Remnant, essa ligação é pouco mostrada em Chronos. Ao entrar no labirinto, o gameplay é resumido ao cenário e poderia ter sido melhor explorado. Pelo fator custo x benefício, vale a pena.

Adquira Chronos: Before the Ashes através da Microsoft Store.

Análise do Arena

O game pode ser uma ótima porta de entrada para curiosos do gênero souls-like, com controles fluidos e sem qualquer tipo de punição para o jogador. Se tratando de um prequel de Remnant, essa ligação é pouco mostrada em Chronos.

7.5
Acessível souls-like
  • História 8
  • Gameplay 7.5
  • Gráficos e Áudio 7
Se Inscrever
Notifique me
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x