Alan Wake Remastered – [Análise do arena]

Lançado originalmente em 2010, Alan Wake foi desenvolvido pela Remedy Entertainment e lançado pela Microsoft Game Studios. Onze anos depois, temos a oportunidade de reviver essa nostalgia e para muitos conhecer essa incrível franquia com a versão remasterizada, agora em 4K. O Arena Xbox teve a oportunidade de conferir e você pode ver o que achamos do game agora.

História

Alan Wake apresenta uma história de suspense e mistério, com uma leve pegada de terror. O enredo gira em torno do escritor de mesmo nome. Após ter um misterioso sonho, o escritor junto a sua esposa, sai de férias em busca de relaxar e conseguir voltar a escrever. Mas parece que aquele sonho não era apenas um sonho, os mistérios vão persegui-los e o enredo vai se desenvolver após um acidente misterioso com a sua esposa.

Sem dúvidas, podemos dizer que o ponto alto do game é a sua história envolvente. Ela consegue manter o mistério e uma atmosfera de jogo de terror. Alan Wake está mais para o suspense, sempre mantendo aquela sensação de angústia, esperando alguém pular do mato.

Ainda podemos destacar as pequenas histórias secundárias que, apesar der não terem grande relevância para o enredo principal, contam histórias do ambiente e acabam te prendendo para descobrir tudo a respeito do que está se passando ao redor.
A grande novidade do Remastered é a introdução de legendas, que embora seja um aspecto simples, traz toda diferença para um game que o ponto alto é a história.

apps.55829.13664496976908034.5ac85762 1269 4eaf 89c5 a7846817f32b

Gameplay

Alan Wake traz uma gameplay em terceira pessoa com uma combate estratégico e alguns aspectos survival. Mas o ponto principal que devemos lembrar de Alan Wake Remastered é que ele é apenas uma atualização gráfica. O game base foi lançado em 2010, então não podemos esperar que ele traga mecânicas avançadas como de jogos lançados recentemente.

A mecânica de combate é interessante, na qual você precisa usar a luz para retirar a “armadura” do inimigo e em seguida poder matar. A grande parte do gameplay consiste sempre em um kit de lanterna junto a uma arma, te ajudando em combates onde você vai precisar abusar da esquiva. O que embora pareça legal, ao chegar nos capítulos finais isso acaba se tornando um pouco repetitivo.

Os pequenos aspectos survival de lotear e administrar o vigor podem dar uma cara diferente ao gameplay, porém, no fim somos jogados para um combate de desviar, retirar armadura e matar o inimigo. Um grande ponto negativo nessa parte é a falta de uma barra de vigor, pois não somos notificados o quanto de vigor ainda temos e só descobrimos quando o personagem não consegue mais correr, e isso acaba atrapalhando em alguns momentos. Por mais que eu veja como ponto negativo jogadores mais hardcore podem gostar desse ponto.

No ponto de dificuldade, vejo Alan Wake tendo apenas duas, embora o game apresente três níveis de dificuldade. Na dificuldade fácil o jogo acaba não tendo emoção nenhuma, pois os inimigos ficam ridiculamente fáceis. É uma dificuldade para quem está ali basicamente para ver a história. Nas outras duas é onde o jogo realmente te dá alguma emoção. Na segunda dificuldade ela realmente é feita para quem quer desfrutar da gameplay e história, onde teremos momentos de passar raiva. E o modo pesadelo é onde você pode passar muita raiva com inimigos e situações que, à princípio, parecerão impossíveis de passar.

Visual

A nível gráfico, Alan Wake Remastered traz a grande inovação da versão que são as texturas em resolução 4K, apresentando uma boa melhora comparado a versão de 2010, não chegando perto de gráficos realistas que muitos dos jogos apresentam hoje em dia, mas ainda sendo impressionante, e não causando desconforto com as texturas.

A parte visual que está de parabéns, mas é a questão do áudio, para games do gênero a parte fundamental e Alan Wake entrega isso de forma incrível. O som ambiente consegue te levar ainda mais fundo na imersão de suspense e terror que a atmosfera do jogo passa. O áudio do jogo garante que você sempre vai ter aquela sensação de estar sendo seguido. E para esse game isso é perfeito.

apps.16916.13664496976908034.5ac85762 1269 4eaf 89c5 a7846817f32b

Considerações finais

Alan Wake Remastered nos leva de volta a nostalgia de 2010. Embora seja um game antigo, ainda te traz aquela sensação de estar preso para terminar o jogo. A história fluida facilmente consegue levar o jogador a terminar tudo de uma vez. Entregando uma atmosfera de suspense com um leve terror, ele sempre deixa aquela sensação de angústia no ar, um aspecto que poucos jogos do gênero hoje em dia conseguem entregar. Como citado acima, ele é um jogo interessante pela história e a atmosfera criada em torno da gameplay, mas os aspectos de combate não são tão interessantes. Eu diria que são um extra, pois todos os outros aspectos fazem do game um grande jogo, e para todos os jogadores de modo campanha, vale a pena dar uma chance de conhecer ou reviver a história que o jogo apresenta.

Adquira o game através da Microsoft Store.

O game foi gentilmente cedido pela equipe de XboxBR para essa análise.

Análise do Arena

7.7
Muito bom
  • História 8.5
  • Gameplay 6.5
  • Visual 8

Receba notificações de todas novidades sobre Xbox.

Se Inscrever
Notifique me
0 Comentários
Inline Feedbacks
Ver todos comentários

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. AceitarLer Mais

0
Amamos sua participação, por favor comente!!!x
()
x